Segunda-feira, 4 de Março de 2013

rascunhos de uma vida passada

 

Vagueio pelas nuvens e pelas estrelas, á busca de algo incerto que não consigo pronunciar em voz alta. Procuro-te, a ti, que me vês tão transparente apesar de tentar esconder-me. As palavras saem dos teus lábios e a mim, só me resta ter esperança que irás apanhar-me nos teus braços enquanto derrotas barreira atrás de barreira, calmamente, aproximando de mim. Espero por ti e escrevo para ti, aquele que possui a chave.

(...)

As vezes que escrevo acerca de ti são possiveis ser contadas pelos dedos porque para mim, é dificil escrever o que está tão profundamente marcado, é-me dificil expôr uma marca tão profunda e preciosa. Resta-me somente guardar-te só para mim, na minha alma.

(...)

Levo-o comigo e guardo o teu cheiro numa pequena caixa - onde ninguém tocará - , para que, sempre que precisar de ti ao meu lado, possa seguir o teu rasto. 

 

(in 2010)

 

publicado por Ar às 20:27
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De filipa. a 4 de Março de 2013 às 20:45
que texto bonito :)


De Blueberries a 4 de Março de 2013 às 21:31
Muito obrigada querida (:


De Blueberries a 5 de Março de 2013 às 22:00
Nem eu tinha querida.
Beijinho


De Sara a 5 de Março de 2013 às 23:10
obrigada.


De InêsGonzalez a 6 de Março de 2013 às 14:35
adoro o teu texto !

fico muito feliz por teres gostado ! *-*


De Sofia Sequeira a 6 de Março de 2013 às 18:23
Desejo-lhe umas rápidas melhoras! Um beijinho.


De Cris. a 6 de Março de 2013 às 20:01
Adoro!


De nobody tavares a 6 de Março de 2013 às 22:11
gosto :)


De Beatriiz a 9 de Março de 2013 às 15:46
Lindo!!


De alexis a 15 de Março de 2013 às 19:48
gostei :)


Comentar post